Cultura do Maracujazeiro será tema de Simpósio Brasileiro

Na terça-feira, 23, as discussões serão a partir do tema “Panorama da Cultura no Brasil: mercados e as regiões produtoras”, na quarta-feira, 24, sobre “Sistema de plantio direto do Maracujazeiro” e na quinta-feira, 25, enfocando a “Produção de maracujá em Santa Catarina"

Foto: Francis Leny/DN
- PUBLICIDADE -

O Governo do Estado, por meio da Epagri, Fapesc e SC Rural, e demais patrocinadores e apoiadores, irá promover em Balneário Arroio do Silva entre os próximos dias 23 e 25, no Scaini Palace Hotel, o VII Simpósio Brasileiro sobre a Cultura do Maracujazeiro, II Seminário Sul-Brasileiro sobre Maracujazeiro e V Reunião Técnica sobre a cultura do maracujazeiro: desafios da pesquisa e extensão rural para a próxima década.

O gerente Regional da Epagri, Reginaldo Ghellere, destaca que o evento terá como objetivo atualizar tecnologicamente a cadeia produtiva do maracujazeiro do Brasil com conhecimentos técnicos e científicos, reunindo cerca de 300 pesquisadores, técnicos e professores da iniciativa pública e privada para a definição de novos rumos na geração e difusão de conhecimento para o produtor de maracujá do Brasil.

- PUBLICIDADE -

O Pesquisador da Epagri, Dr. Henrique Belmonte Petry, cita que durante estes três dias serão promovidos diálogos entre os participantes, principalmente, sobre as técnicas de cultivo, mercado interno e externo para frutos e produtos industrializados. Também serão discutidos os desafios para a estabilização desta cultura nas diferentes Regiões do Brasil na próxima década.

O evento contará com uma extensa programação. Na terça-feira, 23, as discussões serão a partir do tema “Panorama da Cultura no Brasil: mercados e as regiões produtoras”, na quarta-feira, 24, sobre “Sistema de plantio direto do Maracujazeiro” e na quinta-feira, 25, enfocando a “Produção de maracujá em Santa Catarina”, com visita guiada em produção de maracujazeiro-azedo no Sul de Santa Catarina.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Balneário Arroio do Silva

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.