Contrato de gestão do Hospital São Marcos é assinado com Instituto Corpore

Pronto-Atendimento começa a funcionar a partir das 7h desta sexta-feira, 5, enquanto o hospital ainda depende da contratualização com o SUS

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Nova Veneza

O município de Nova Veneza, através do Fundo Municipal de Saúde, assinou o contrato com o Instituto Nacional de Desenvolvimento Humano para regulamentar e gerenciar o desenvolvimento das ações e serviços de saúde, no Hospital São Marcos. O objetivo do contrato é o gerenciamento, operacionalização e a execução das atividades e serviços de saúde na unidade hospitalar, inclusive em regime de plantão de 24 Horas. O prazo de vigência será de quatro meses e repassada à importância de R$ 463.299,64, em quatro parcelas de R$ 115.824,91 para o funcionamento do Pronto Atendimento. Após esse período, será aberto um chamamento público para a contratação de uma organização social para o gerenciamento do hospital de forma permanente.

- PUBLICIDADE -

O presidente do Instituto Corpore, André Luís Ulrich, explicou todos os encaminhamentos necessários para a reabertura do hospital. “Vamos fazer um levantamento de toda a estrutura física do hospital, os equipamentos e se os leitos estão aptos a receber os pacientes para atendimento. E creio que, no máximo, em 30 dias o hospital esteja aberto. Nós vamos levantar também toda a documentação que é exigência do Estado para fazermos a contratualização e trazermos mais serviços para o São Marcos”, revelou.

“Ficou definido que o Pronto Atendimento vai reabrir amanhã (sexta), a partir das 7h, até que o Instituto Corpore organize as questões burocráticas e assuma toda a gestão do São Marcos. É uma importante decisão para que possamos de vez abrir o hospital São Marcos e atender a nossa população com dignidade, respeito. Será um processo, mas vai chegar a um momento que estará funcionando 100%”, afirmou o prefeito Rogério Frigo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Nova Veneza

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.