- PUBLICIDADE -

Giovane Marcelino – @giovaneml
Criciúma

 

- PUBLICIDADE -

Começou cedo as movimentações para o Dia Nacional de Greve Geral. Desde às 3h, sindicalistas se organizaram em prol do dia de atividades. O grande movimento começou a chegar por volta das 7h30min, quando trabalhadores e estudantes se juntaram ao grupo. Muitos com cartazes, mostrando a reprovação contra o governo, que pretende instalar uma série de reformas na previdência e trabalhistas.

Com cantos de “Fora, Temer”, os presentes começaram o deslocamento para o centro da cidade por volta das 9h. A fala inicial foi do presidente do Sindicato dos Bancários, Edegar Generoso, que afirmou ser um dia histórico. “Estamos na luta por todos, não pensando só no hoje e sim nas conseqüências para as futuras gerações”, disse.

Com apoio da Polícia Militar e do Tático, eles seguiram pela rua Imigrante Meller em direção à Avenida Centenário. A garagem onde ficam os ônibus do transporte coletivo de Criciúma também foram visitados pelo grupo.

Neste momento, o grupo segue para a Praça Nereu Ramos, onde um grupo já aguarda para participar dos atos. As falas devem começar no local após às 11h15min. Durante a tarde, um novo ato na praça será realizado às 14h.
Protestos também na região

Manifestantes também foram às ruas na região. Em Sombrio, a BR-101 foi bloqueada por volta das 9h, em Sombrio. Foram 120 participantes, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Em Içara, um grupo em um ônibus se desloca para a SC-445, na altura do viaduto com o bairro Vila Nova para também fazer um ato de protesto.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.