Campanha de doação de sangue é intensificada no Carnaval

Com o baixo número de doações nos primeiros meses do ano, equipe do Hemosc atua durante o feriadão par aumentar o número de bolsas no estoque

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Giovane Marcelino / Especial
Criciúma

Um dos fatores que costuma marcar o início de ano na região é a falta de doação de sangue. Tendo vista que a temporada de verão é um dos períodos com maior necessidade, por conta dos acidentes ocasionados nas rodovias federais e estaduais, o Hemosc está trabalhando na captação de novos doadores. Por isso, no carnaval, está sendo organizado uma ação que conta com a participação da Cruz Vermelha Brasileira de Criciúma e Equipe Multi-Institucional que é formada por 12 instituições.

- PUBLICIDADE -

Com o slogan “Neste Carnaval, faça a festa para quem precisa de sangue”, membros participantes desta ação estiveram no Hemosc fazendo uma doação. O Hemocentro esteve aberto na segunda-feira durante todo o dia para receber doadores.

Uma das pessoas que se sensibilizaram com a ação foi a assistente de compras, Jéssica Luciano. Segundo ela, essa é uma das oportunidades que as pessoas tem de ajudar o próximo. “Eu me sinto muito bem, porque sei que posso ajudar a salvar alguém com meu sangue. Ainda não conheci alguém que recebeu, mas sei que ajudei alguém”, afirmou.

Com a baixa temporada na captação de sangue, ela afirma que todas as doações fazem a diferença. “Já sou doadora há alguns anos. Sempre que posso vou ao Hemosc fazer a doação. Minha última foi em novembro e aproveitei a folga do trabalho e que o Hemocentro estava aberto e vim fazer uma doação”, explicou Jéssica, que realiza três doações por ano.

Com a unidade fechada nesta terça-feira, os trabalhos retornam amanhã, 1º, a partir das 13h. O Hemosc funciona de segunda a sexta-feira das 7h30min às 18h30min.

Recomendações para a doação:

• Ter idade entre 18 e 69 anos, 11 meses e 29 dias;
• Doadores com idade de 16 e 17 anos de idade, são aceitos para doação mediante a presença e autorização formal dos pais e/ou responsável legal;
• O limite de idade para primeira doação é de 60 anos;
• O candidato à doação deve estar em boas condições de saúde, sem feridas ou machucados no corpo;
• Pesar acima de 50 kg (com desconto de vestimentas);
• Apresentar documento de identidade com foto, emitido por órgão oficial: RG., carteira profissional, carteira de motorista, etc.
• Ter repousado bem na noite antes da doação;
• Evitar o jejum. Fazer refeições leves e não gordurosas, nas 4 horas que antecedem a doação;
• Evitar uso de bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas;
• Evitar vir acompanhado com crianças, sem acompanhantes.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.