Foto: Giovane Marcelino / DN
- PUBLICIDADE -

Giovane Marcelino / Especial
Cocal do Sul

 
A brincadeira segue rendendo oportunidades para o empresário Alex Mazzuco de Cocal do Sul. Atuante no ramo de venda de automóveis, ele descobriu uma nova oportunidade de mostrar trabalho há pouco mais de dois anos. Uma brincadeira entre amigos já lhe rendeu dois discos, onde ele planeja alcançar outros patamares já neste ano.

- PUBLICIDADE -

Em 2014, surgiu a banda Alex Maz, onde ele, que nunca havia trabalhado com música antes, investiu na criação de músicas. Ele já compôs mais de 60 títulos. “Eu sempre gostei de músicas, e alguns amigos reclamavam que eu não sabia cantar algumas e isso me incentivou a criar as minhas próprias músicas, onde eu posso cantar do jeito que quiser”, comentou.

Desde então, o empresário investiu e comprou equipamentos, aprendeu a tocar violão por videoaulas disponibilizadas no YouTube e gravou os CDs. No primeiro, foram doze canções lançadas de sua própria autoria com temas inspirados em rock, onde as músicas “Santa Marta Farol” e “Criar uma coisa fascinante” renderam dois clipes, que nas redes sociais já somam mais de um milhão de acessos. “Eu postei o primeiro vídeo e espera no máximo 300 visualizações e na primeira hora já havia dado três mil, superou todas as expectativas”, explica.

No segundo CD, blues, pop, reggae e rock se misturaram e foi lançado o “Eclético”, onde ele procurou se aventurar a escrever músicas em diferentes estilos. “Eu gosto de criar coisas diferentes e essa proposta tem me ajudado a atingir diferentes públicos”, disse.

Atualmente, quatro pessoas fazem parte da banda, que tem Alex como cantor principal. Nos primeiros anos, o cantor com diferentes parcerias, mas que pretende agora, concretizar uma equipe de trabalho para alcançar novos públicos.

 
Shows e proposta de gravadora

 
Com material discográfico lançado, Alex ainda não realiza shows. Segundo ele, a primeira proposta é fazer um planejamento para conseguir fazer os ensaios. “Estamos na montagem de um estúdio em que vamos poder trabalhar melhor nas músicas, para ai sim, começar a fazer shows”, explicou, revelando que já recebeu alguns convites para abrir concertos.
Com o destaque no número de visualizações no Facebook e Youtube, ele foi convidado para ir ao Rio de Janeiro para conversar com duas gravadoras, que se interessaram em adquirir as músicas, mas eles não fecharam valores para o contrato de repasse de direitos autorais.

A expectativa é que para 2017, saia o primeiro show e que novos projetos se consolidem na carreira do cantor, que pretende adotar o nome de Alex Maz e os sócios para futuros projetos.

 
Confira o trabalho:

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.