Assinado convênio para contratação de mão de obra de apenados

Acordo visa a ressocialização de detentos do regime semiaberto do Presídio Regional de Criciúma, por meio de atividades de manutenção das vias públicas

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Após duas semanas de experiência, foi assinado o convênio entre a Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania e a Prefeitura de Criciúma para a contratação de mão de obra de apenados. O acordo firmado visa a ressocialização de detentos do regime semiaberto do Presídio Regional de Criciúma, por meio de atividades de manutenção das vias públicas da cidade. Agora a parceria terá que aguardar apenas a autorização do Judiciário para os presos iniciarem os trabalhos.

- PUBLICIDADE -

“Proporcionar trabalho remunerado ao reeducando é uma das formas de capacitar e qualificar para quando ele alcançar a liberdade tenha melhores condições de reinserção na sociedade. Estamos dando dignidade e oportunidade. É mais uma conquista. Estamos fazendo a nossa parte”, ressalta a secretária de Estado da Justiça e Cidadania, Ada De Luca.

O número de detentos utilizados será variável, de acordo com a necessidade e viabilidade. Todos os apenados serão escolhidos por bom comportamento e vão receber um salário mínimo pelo trabalho, além de um dia a menos de pena para cada três dias trabalhados.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.