​Festival Dia Internacional da Dança encanta público pela diversidade cultural

Evento contou com 500 participantes do Sul do Estado, que apresentaram 36 coreografias

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Criciúma

A sexta edição do Festival Dia Internacional da Dança, da Multiplicando Talentos lotou as dependências do Teatro Elias Angeloni, em Criciúma. O objetivo do evento era divulgar a dança quanto forma de linguagem corporal, arte, cultura e lazer. Participaram cerca de 500 participantes, de 24 grupos, que apresentaram 36 coreografias, em diferentes categorias e estilos, como dança de rua moderna, étnicas e folclóricas, jazz e de salão. No total, 11 cidades de toda a região Sul do Estado tiveram representantes no festival.

- PUBLICIDADE -

Entre os destaques da noite, esteve a coreografia “O que você vê”, do grupo Mult Style, da Multiplicando Talentos, premiada no Universal Dance, na Argentina. O espetáculo à referência a atual conjuntura do país, que expressou as principais questões sociais do Brasil. Todas as coreografias foram avaliadas pelos artistas da dança Aluísio Gustavo, de Porto Alegre, e Viviane Candiotto, de Criciúma.

O presidente da Multiplicando Talentos, Eduardo Milioli, destacou a importância de cada participante para a realização do evento. “Existe a vontade de cada jovem que contam com o apoio dos pais e entidades envolvidas para a realização deste evento. Cada artista quer viver a sua arte. Desejo que invistam em cultura. A cultura é um componente essencial que faz o país crescer. Através dela, os grupos que formam a sociedade participam e contribuem para o bem coletivo. Junto com os fatores econômico e social, ela forma o tripé. Nos Estados Unidos, é o segundo investimento do país; o Brasil, infelizmente, cada vez mais, cai de posição”, afirmou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.