Pedidos de impugnação são registrados

Desde sexta-feira, cartórios eleitorais estão recebendo as solicitações referentes à eleição deste ano

- PUBLICIDADE -

Jéssica Pereira

Criciúma

- PUBLICIDADE -

 

Com a finalização dos prazos para a inscrição das candidaturas, teve início na última semana o prazo para o registro dos pedidos de impugnações aos candidatos que pretendem concorrer a Eleição em 2016.

 

Até a tarde de ontem, na 10º Zona Eleitoral de Criciúma havia sido protocolado o pedido de impugnação do registro da candidatura de Clésio Salvaro, candidato a prefeito pela coligação “Somos Todos Criciúma” (PP / PMDB / PDT / PC do B / PSC / PROS / PTB). A ação foi realizada pela coligação “Por Criciúma” (PP / PMDB / PDT / PC do B / PSC / PROS / PTB) que apontou como principais motivos a Lei da Ficha Limpa, o fato do candidato ter assumido a prefeitura de Criciúma por 42 dias, o que, de acordo com a coligação caracterizaria um segundo mandado e, por fim, a desincompatibilização da administração da rádio que é proprietário.

 

Já na 92ª Zona Eleitoral que abrande os municípios de Criciúma, Siderópolis e Treviso foi registrado o pedido de impugnação por parte do Ministério Público contra a candidatura de Douglas Warmling, o Guinga, representante da Coligação “Meu Partido é Siderópolis” (PDT / PSB / PSD / PSDB). De acordo com o pedido registrado pelo MP, o candidato tem uma condenação por órgão colegiado devido a improbidade administrativa, o que o tornaria inelegível.

 

Na 1ª Zona Eleitoral de Araranguá que abrange também os municípios de Balneário Arroio do Silva e Maracajá quatro impugnações foram registradas. “A primeira foi do Ministério Público contra o candidato a vereador Lourival João que teve as contas rejeitas pelo Tribunal de Contas. A segunda também foi pelo Ministério Público contra a candidata a vereadora Cristiane Rocha Pacheco em decorrência de condenação”, explica a chefe de cartório Joanna Silveira Mendes de Oliveira. “A Coligação ‘Renova Araranguá’ (PMDB / PPS / DEM / PTC) também entrou com um pedido contra o candidato a prefeito Mariano Mazzucco Neto da ‘Juntos podemos Mais’ (PP / PSD / PR / PV / SD / PRB / PSB / PSDB / PC do B / PEN / PSC) por ausência de publicação de ata. E, por fim, a coligação ‘Um Arroio Para Todos’ pediu a impugnação do candidato a prefeito Juscelino da Silva Guimarães por falta de desincompatibilização”, complementa.

 

Os processos ainda serão analisados e cabem recurso.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.