Governador decreta luto oficial de três dias em SC

Em Chapecó, Raimundo Colombo presta solidariedade aos familiares das vítimas da tragédia ocorrida com a delegação da Chapecoense

Governador Raimundo Colombo já está em Chapecó. (Foto: Divulgação/DN)
- PUBLICIDADE -

Florianópolis

O governador Raimundo Colombo (PSD) decretou luto oficial de três dias no Estado de Santa Catarina em razão da tragédia ocorrida com a delegação da Associação Chapecoense de Futebol, na Colômbia. No acidente morreram pelo menos 76 pessoas. O avião levava a equipe de Chapecó para Medellín onde disputaria a final da Copa Sul Americana contra o Atlético Nacional.

- PUBLICIDADE -

Consternado, Colombo lembrou que a Chapecoense, além de levar o nome de Chapecó e de Santa Catarina para todo o Brasil e a América Latina, estava fazendo história ao ser o primeiro clube catarinense a disputar a final de uma competição internacional. O governador manifestou solidariedade aos familiares dos jogadores, dirigentes e jornalistas, que estavam na delegação, e aos torcedores da Chapecoense neste momento de muita dor para o esporte de Santa Catarina e do Brasil.

Avião da FAB em Chapecó

O presidente da República, Michel Temer (PMDB), telefonou às 8h15min para governador prestando solidariedade pela tragédia ocorrida com a delegação. Temer informou que um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) irá para Chapecó de onde transportará familiares dos jogadores, comissão técnica, dirigentes e de jornalistas para a Colômbia para a identificação dos mortos.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.