Trabalhadores da Celesc deflagram greve

- PUBLICIDADE -

Os trabalhadores das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) deflagraram greve nesta segunda-feira paralisando os trabalhos nas 16 regionais espalhadas pelo estado.

Na Região Sul, cerca de 90% dos servidores aderiram a greve desde as 6h de ontem. “Apenas alguns supervisores estão trabalhando para fazer serviços internos”, fala o diretor do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Energia Elétrica do Sul do Estado de Santa Catarina (Sintresc), Cleber Borges da Silva.

- PUBLICIDADE -

A paralisação se dá devido à proposta patronal. Os trabalhadores pedem a reposição da inflação, que passa dos 9%, mais a manutenção dos benefícios. Em encontro realizado às 13h de ontem, a diretoria da Celesc ofereceu aumento de 4,28% mais R$ 3 mil de abono pago em parcela única no próximo mês, que foi rejeitado pelos servidores. “Continuamos mobilizados e agora aguardamos o chamado da empresa para uma nova rodada de negociação”, salienta Silva.

Segundo a Celesc, os trabalhos essenciais e de urgência serão prioridade neste período de paralisação. Porém outras situações poderão ser prejudicadas.

A Intersindical dos Sindicatos dos Eletricitários de Santa Catarina (Intercel) solicitou a mediação da Superintendência Regional do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho (MPT).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.