- PUBLICIDADE -

Marciano Bortolin

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Com início hoje, a primavera deste ano promete ser mais seca e fria que em 2015. A previsão beneficiará algumas culturas agrícolas, mas pode prejudicar outras.

O climatologista da Estação Experimental da Epagri de Urussanga, Márcio Sônego, fala que a estação inicia com média de 17ºC, chegando a 12ºC durante a madrugada. Nos dias que antecedem o final da Primavera, em 21 de dezembro, os termômetros poderão chegar a 30ºC durante o dia, caindo para 17ºC. “O nível ficará dentro ou abaixo da normalidade”, diz.

Cultivos como a ameixa, o pêssego e a uva serão beneficiados, já a colheita de milho e feijão poderão sofrer más consequências. “O tempo mais frio, como será nesta Primavera, beneficia o arroz, porém o problema será a água, já que teremos um volume abaixo do normal. Por isso é importante economizar o liquido”, enfatiza. A possível escassez de água, inclusive, já coloca os técnicos da Epagri em alerta.

Nos meses de outubro e novembro, segundo o climatologista, a região deverá ter registros de frequentes de granizo. A Primavera ainda é conhecida pela grande quantidade de ciclones. “Isso deixa o mar mais agitado. Já o sol deverá prevalecer um pouco mais que o normal”, fala.

Previsão para o final de semana

Sônego salienta que o final de semana será de frio. O sábado e o domingo registrarão média de 19ºC. “Isso fica abaixo da média da época”, finaliza. O sol predomina na região nesta quinta-feira, mas a temperatura não deve subir muito.

A primavera do hemisfério sul tem início no equinócio de setembro e termina no solstício de dezembro.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.