- PUBLICIDADE -

O clareamento dental caseiro se popularizou nos últimos anos, mas fazer o tratamento em casa, durante semanas, pode trazer um grande desconforto: a sensibilidade. O problema afeta cerca de 20% da população adulta e também pode se manifestar em crianças. Por conta da dor, a maior parte dos pacientes é obrigada a interromper o tratamento, por isso o clareamento a laser surge como opção mais segura e vantajosa.

A especialista em ortodontia, Letiele Furlan, explica que antes do procedimento a laser, realizado no consultório, o paciente passa por uma dessensibilização dental, tratamento que vai proteger desde a parte exterior do dente até o nervo, chamado de polpa dentária. A partir do procedimento, a aplicação com laser é feita com várias luzes ao mesmo tempo, o que garante uma sessão rápida, de aproximadamente 40 minutos. “São necessárias apenas três sessões, uma por semana, para garantir o resultado desejado”, explica a profissional.

- PUBLICIDADE -

Vale lembrar que para um melhor resultado, o paciente deverá abrir mão de alguns hábitos, como tomar café, vinho e ingerir alimentos que poderão manchar os dentes. “O clareamento devolve a cor natural dos dentes, por isso cada paciente terá um resultado diferenciado. Por conta da alimentação, será necessário dar manutenção ao tratamento, a cada 12 meses, para preservar o sorriso sempre branco”, recomenda a dentista.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.