- PUBLICIDADE -

Criciúma

A Vigilância Sanitária de Criciúma interditou uma casa que abrigava idosos clandestinamente no município. A fiscalização ocorreu após denúncia feita.

- PUBLICIDADE -

As fiscais da Vigilância, acompanhadas de profissionais do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) de Criciúma, constataram que a denúncia era verdadeira ao encontrar três idosas visivelmente maltratadas e um ambiente sem quaisquer condições de higiene, além de estarem acompanhadas em um primeiro momento apenas por uma menor de idade.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Após a interdição, as profissionais do Creas entraram em contato com familiares das idosas e também com instituições de acolhimento para realocá-las. Nesta sexta-feira (28) pela manhã, elas voltaram ao local e uma das idosas já não estava mais lá, a informação é de que os familiares a levaram para Florianópolis. Já as outras duas idosas estão sendo encaminhadas para outros locais, também com o intermédio do Creas. O relatório será entregue ao Ministério Público na próxima segunda-feira (31), que deve passar a acompanhar o caso.

 

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.