- PUBLICIDADE -

Marciano Bortolin

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O Bairro da Juventude lançou mais uma novidade na tarde desta quarta-feira. Trata-se do Cartão Social Vida, que chega com uma proposta diferente. O projeto dará descontos exclusivos em estabelecimentos de diversos segmentos a todos aqueles que contribuem com a instituição.

O estudo de implantação do cartão começou há cerca de três anos. “O projeto é baseado no ganha-ganha. Pois o Bairro da Juventude, aqueles que contribuem e as empresas conveniadas são beneficiadas”, fala o presidente do Conselho Deliberativo Frank Hobold. Hoje, são cerca de 17 mil doadores pessoa física que podem se beneficiar do cartão.

Com 67 anos de existência, a entidade atende atualmente 1,5 mil crianças, servindo cinco mil refeições e fornecendo mais de 2,5 mil atendimentos psicossociais. “Temos ideias todos os dias para que a instituição se torne cada vez mais forte. Vários pilares sustentam esta obra e tenho certeza que este cartão será em breve, mais um sustentáculo do Bairro da Juventude”, completa Hobold.

O cartão já surge com 23 empresas conveniadas, entre elas postos de combustível, farmácias, padarias, cinema, restaurantes, óticas, lojas de vestuário, entre outras.

Fidelização dos colaboradores

O beneficio fornecido visa manter os doadores ativos na entidade. O mobilizador de recursos da instituição, Marcelo Bicca enfatiza que a ideia é fidelizar os colaboradores. “Vivemos uma época de crise então pensamos em como compensar aqueles que nos ajudam. Então decidimos devolver o nosso agradecimento de uma forma que possam ter algum beneficio”, fala.

Bicca ressalta ainda que o desconto é dado no ato da compra e não no formato de acúmulo de pontos. “Cada empresa sabe a margem de descontos que poderá fornecer”, diz.

Além da Região Sul do estado, o cartão Social Vida também é aceito em cidades como Itajaí, Blumenau e Curitiba, no Paraná. “A bandeira Social Vida já existe, então colocamos a cara do Bairro da Juventude nele”, finaliza.

Como adquirir

Presidente do Conselho Deliberativo, Frank Hobold, salienta importância da ação. Foto: Marciano Bortolin/DNSul
Presidente do Conselho Deliberativo, Frank Hobold, salienta importância da ação. Foto: Marciano Bortolin/DNSul

Aos que desejam adquirir o cartão Social Vida e participar, mas ainda não doam, é preciso realizar uma doação mensal no valor de R$ 10. As adesões podem ser feitas pelo hotsite (www.cartaosocialvida.org.br) do projeto, que estará disponível para o público no início de outubro, telefone ou contato pessoal direto com o Bairro.

 

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.