Tigrinhos são goleados fora de casa

Equipe leva 4 a 0 do São Paulo e precisa vencer, pelo menos, pelo mesmo placar no jogo de volta para levar o jogo aos pênaltis

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

São Paulo

- PUBLICIDADE -

O time Sub-20 do Criciúma perdeu por 4 a 0 para o São Paulo, na noite de ontem, no Morumbi, e praticamente dá adeus à Copa do Brasil Sub-20. A equipe precisa agora, no mínimo, devolver o resultado para levar a decisão para os pênaltis. A missão é complicada, visto que o adversário é o atual campeão da Libertadores Sub-20. O confronto no Majestoso será no dia 2 de novembro.

O jogo começou com pressão do São Paulo. Nos primeiros minutos houve até um gol impedido do time paulista. O Tricolor Paulista continuou em cima do Criciúma e chegou ao gol, antes dos 10 minutos: em uma jogada assinalada pelo bandeirinha, o árbitro marcou pênalti. Shaylon fez a cobrança e o goleiro Boava pegou, mas, no rebote, o São Paulo fez 1 a 0. Gabriel Rodrigues marcou e a zaga dos Tigrinhos ficou parada.

Após levar o gol, o Criciúma saiu da defesa e começou a fazer boas jogadas, principalmente com as investidas de Jefferson pela esquerda. Porém, aos 44 do primeiro tempo, após cobrança de escanteio, a bola voltou para a lateral-direita e, em novo cruzamento, o zagueiro Tormena surpreendeu a defesa do Tigre e marcou 2 a 0.

Heron, aos 24 do segundo tempo, foi lançado, ele estava antes da meia lua, a zaga dos Tigrinhos pediu impedimento, mas o atacante são-paulino chegou na cara do gol, frente a frente com Boava e marcou. 3 a 0. Mateus, do São Paulo, ainda finalizou uma bola na trave aos 41 minutos do segundo tempo.

O Tricolor Paulista esteve mais perto de fazer o quarto do que os Tigrinhos de descontarem. Foi o que aconteceu: aos 44 minutos, Frizzo cruzou na área e Eder Militão fechou o placar: 4 a 0.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.