- PUBLICIDADE -

O time júnior do Criciúma começou vencendo, logo no início da partida, mas acabou cedendo empate ainda no primeiro tempo e não teve forças para bater o Grêmio, na primeira partida da Copa do Brasil Sub-20 neste ano. Andrew abriu o marcador e Erik empatou para os gaúchos. “Não foi o resultado que a gente gostaria. Esperávamos o resultado positivo para ter vantagem no jogo da volta. Nosso primeiro tempo foi abaixo. Fizemos um gol cedo e tentamos buscar o segundo, mas erramos muitos passes – dando a posse de bola pra eles. Na etapa final, melhoramos e obrigamos eles a sair em bola longa”, diagnosticou o técnico dos Tigrinhos, Lalo.

- PUBLICIDADE -

 

A partida de volta está marcada para terça-feira, dia 4, a partir das 15h, na Arena do Novo Hamburgo-RS. Um empate sem gols classifica o time gaúcho. Em caso de nova igualdade em 1 a 1, o vencedor será conhecido nos pênaltis. Empate por 2 a 2 ou mais gols serve para o time de base do Criciúma. “Temos que ter organização para o jogo de volta. Vamos montar uma equipe equilibrada para fazer um gol e voltar para a disputa”, enfatizou Lalo.

Os jogadores também esperavam um melhor resultado na partida de ida. “A gente tinha a ideia de não tomar o gol em casa e esperávamos sair com um resultado positivo, mas vamos trabalhar para buscar a vaga”, disse o goleiro Gustavo Boava. “A gente marcou o time deles bem. Tivemos a chance de ganhar, mas não deu. Agora é trabalhar durante a semana para buscar a vaga na casa deles”, completou o meia Eduardo De Biasi – irmão de Ezequiel, ex-lateral do Tigre, hoje no Cruzeiro.

Disputa no Estadual

O Criciúma volta a campo no sábado, a partir das 10h, no Centro de Treinamento, no bairro Cristo Redentor. Pela oitava rodada do Campeonato Catarinense, o líder Tigre recebe o Avaí.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Tiago Monte

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.