Tigre busca nova vitória contra o Avaí para seguir superior no ano

Com três vitórias em três partidas disputadas em 2016, Criciúma quer a recuperação na Série B com novo triunfo em clássico contra o Avaí. Cavalo tem dúvida no ataque para a partida que começa às 16h de sábado na Ressacada

- PUBLICIDADE -

O Tricolor Carvoeiro busca a recuperação na Série B do Brasileiro e a oportunidade de reencontrar o caminho das vitórias é no clássico contra o Avaí, neste sábado, às 16h, na Ressacada. O retrospecto do ano é amplamente favorável ao Criciúma: são três vitórias nos três jogos disputados em 2016. Dois triunfos aconteceram no Catarinense e outro na Série B. O técnico Roberto Cavalo espera que o Tigre mantenha o bom momento contra o rival. “Tomara que continue. Numa vitória foi fácil, foi tudo com competência dos nossos atletas, muito empenho e é o que vai precisar amanhã (sábado). Será um clássico diferente porque é o último do ano. Então, nós temos que jogar bem e conseguir mais uma vitória”, disse. “No momento do campeonato, como nós tivemos altos e baixos, nada melhor do que se afirmar em um clássico, vencendo fora de casa. Isso da credibilidade e confiança e aumenta a nossa pontuação”, completou Cavalo.

O treinador tem dúvidas na equipe que começará o confronto. Roberto, com desconforto no músculo adutor da coxa, pode ficar de fora. “Passa a ser dúvida porque no clássico você tem que ir a 120 por cento, 100 por cento é pouco. Então, vai ser conversado. Se não tiver condições de atuar no máximo, a gente pensa em outro companheiro. Nós analisamos bem o Avaí com a volta do Marquinhos, Rômulo e Coelho na frente. Um sistema bem parecido com o nosso com dois atacantes e um meia. A gente trabalha muito no encaixe do adversário, mas a dúvida é maior pelo desgaste do nosso atleta”, explicou. Niltinho e Pitbull são os favoritos à vaga no ataque. No último treino, realizado na tarde de sexta-feira, o treinador começou o trabalho com Pitbull e depois colocou Niltinho. Roberto foi poupado. “Vou pensar. Temos opções: Niltinho, Pitbull, Roberto e Andrew, então, são quatro jogadores para fazer o lado do campo com velocidade”, completou Cavalo.

- PUBLICIDADE -

A linha defensiva está confirmada com Marlon na lateral esquerda. O jogador retoma a posição mesmo com as boas atuações de Niltinho. “Nós temos que trabalhar mais o sistema defensivo do Marlon. Ele bate bem na bola, apoia e passa bem, mas tem uma séria dificuldade na marcação e isso é tempo e trabalho. O Niltinho tem colaborado muito com o nosso elenco. Eu conversei com ele, há uns 20 dias, e ele me disse que prefere jogar de atacante, mas ele tem auxiliado muito. Inclusive nesses últimos dois jogos, contra o Goiás e CRB, ele esteve bem na lateral esquerda, mas com a volta do Marlon, que veio da Seleção e está preparado, o Niltinho espera um pouco”, destacou o treinador do Tigre.

A expectativa é de um jogo diferente por se tratar de um clássico. “Nós citamos durante a semana a perda em casa para o Joinville – que ninguém esperava. Nós, naquele momento, estávamos melhores na tabela. Hoje é uma briga de um com 30 e outro com 31 pontos. Então, tudo de benefício que você tiver, até nas palavras, tem que tirar proveito”, enfatizou Cavalo.

A preocupação com o meia Marquinhos – que deve começar o jogo no time titular do Avaí – é admitida pelo comandante tricolor. “Ele pensa rápido, sabe colocar o companheiro em melhor situação e tem uma bola parada que define muito bem. Então, nós vamos ter um cuidado sim com o Marquinhos”, disse Cavalo.

Barreto destaca time mais defensivo

Como geralmente acontece nas partidas longe do Majestoso, o Tigre deve ser mais defensivo na Ressacada. “Ficaremos mais postados, explorando o contra-ataque e aproveitando as oportunidades que a gente criar durante o jogo”, disse o volante Barreto.

A formação com três volantes agrada ao jogador. “Com o Guedes ali do lado fica mais fácil jogar porque ele marca bastante e também da opção de jogo, então, facilita um pouco tendo duas opções como Douglas e Felipe Guedes, um em cada lado”, enfatizou Barreto.

O atleta também explicitou preocupação com o meia avaiano Marquinhos. “Como ele vai jogar centralizado, a função de não deixar ele jogar será minha e atuar em cima dele. O mínimo de espaço que der, ele vai fazer uma boa jogada, então é prever a jogada ou chegar junto e antecipar. Não pode dar espaço senão sai coisa boa pra eles”, finalizou.

Campeonato Brasileiro – Série B – 24ª Rodada

10/09 – 16h – estádio da Ressacada

AVAÍ

Renan, Luiz Gustavo, Betão, Gabriel e Capa; Judson, João Filipe, Renato e Marquinhos; Romulo e Lucas Coelho. Técnico: Claudinei Oliveira

CRICIÚMA

Luiz; Paulo Cezar Magalhães, Ferron, Diego Giaretta e Marlon; Barreto, Douglas Dodi, Felipe Guedes e Alex Maranhão; Roberto (Niltinho ou Adalgiso Pitbull) e Jheimy. Técnico: Roberto Cavalo

Arbitragem: Ricardo Marques Ribeiro. Auxiliares: Guilherme Dias Camilo e Sidmar dos Santos Meurer (trio de MG)

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Tiago Monte
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.