Tigre aproveita vantagem, vira o jogo e vence fora

Com dois gols marcados em quatro minutos, Criciúma bate o Brasil por 2 a 1, tendo um jogador a mais durante todo o segundo tempo, e se aproxima dos quatro primeiros colocados na Série B do Brasileiro

- PUBLICIDADE -

Pela primeira vez na disputa da Série B deste ano, o Tricolor Carvoeiro conseguiu vencer duas partidas consecutivas. O Tigre bateu o Brasil, de Pelotas, por 2 a 1, no Sul do estado vizinho, chegou as 37 pontos e encostou no grupo dos quatro times que subirão para a primeira divisão no ano que vem. A vantagem numérica em campo ajudou o Criciúma a alcançar o resultado. Com um jogador a mais durante todo o segundo tempo – Diogo Oliveira foi expulso nos acréscimos da etapa inicial – o time treinado por Roberto Cavalo marcou um gol aos 38 e outros aos 42 minutos do segundo tempo, virou o jogo e leva três pontos na bagagem para a capital do carvão.

Logo no início do primeiro tempo, Roberto é derrubado pela esquerda. Niltinho cobrou e Raphael Silva cabeceou, pelo meio, no travessão. A primeira chance de gol do jogo foi do Tigre – que marcava bem e não permitia a aproximação do time gaúcho.

- PUBLICIDADE -

Tigre_Brasil_Foto Carlos Insaurriaga_Brasil_divulgação 1
Aos 8 minutos, Diogo Oliveira chegou perto da área, cortou o marcador e chutou, a bola pegou no jogador do Criciúma e saiu. Na cobrança de escanteio, Cirilo antecipou Luiz e cabeceou para fora. Aos 19 minutos, Weldinho tocou para Ramon dentro da área, ele chutou forte. A bola pegou no travessão, no chão e saiu. Susto para o Tigre. O jogo seguia com poucas chances de gol e muitas faltas.

Aos 28 minutos, Felipe Garcia chutou forte, Luiz espalmou para o lado. Diogo Oliveira cruzou, Elias tentou completar e Paulo Cézar salvou. Alguns lances ríspidos e até violentos aconteciam durante a partida como a entrada que originou o primeiro amarelo para Diogo Oliveira: ele acertou Raphael Silva, já caído, na linha da cintura com a sola do pé.

Aos 36 minutos, Niltinho cruzou e Caique Valdivia completou para o gol, de cabeça, mas o juiz marcou impedimento. Aos 39 minutos, Marlon cobrou escanteio e Washington desviou na primeira trave para fora. Boa chance de gol para o Brasil – que empurrou o Criciúma para perto do gol com mais volume de jogo mas não conseguia concluir os lances.

Aos 46 do primeiro tempo, Diogo Oliveira acertou Raphael Silva novamente, agora no braço, com um chute, levou o segundo amarelo e foi expulso. “Nós já sabíamos que seria assim, é um jogo difícil. Esperamos entrar melhor no segundo tempo. Agora, eles estão com um a menos, vamos tentar tirar vantagem e jogar”, disse Raphael no intervalo de jogo.

Tigre_Brasil_Foto Carlos Insaurriaga_Brasil_divulgação 3

No início do segundo tempo, Cavalo tirou Paulo Cézar Magalhães e colocou Adalgiso Pitbull, deixando o time mais ofensivo. Aos 5 minutos, falta em Elias pela direita. Na cobrança de Marlon, Leandro Camilo desviou e Luiz fez uma grande defesa. Novo escanteio. Na quarta cobrança seguida, Cirilo se desvencilhou de Felipe Guedes e marcou de cabeça. 1 a 0 para o Brasil mesmo com um jogador a menos.

Aos 16 minutos, Elias entrou na área e tentou chutar, ele não viu Ramon sozinho na área. Boa chance de gol para o Brasil que marcava forte e tentava sair nos contra-ataques. O time gaúcho começou a cansar e o Criciúma cresceu, principalmente após a entrada de Thiago Humberto. Aos 35 minutos, Marlon cobrou lateral do meio campo e deixou Ramon cara a cara com Luiz, ele tentou passar pelo goleiro do Tigre mas saiu pela linha de fundo.

Aos 38 minutos, o Criciúma cobrou falta curta. Barreto tocou para Thiago Humberto que chutou da intermediária e marcou um golaço. 1 a 1. Quatro minutos depois, Niltinho cobrou falta pela direita, Leandro Leite tentou afastar, não conseguiu, e Roberto marcou, embaixo da trave. 2 a 1 e três pontos ganhos para o Criciúma que mantém a fase positiva.

Campeonato Brasileiro – Série B – 26ª Rodada

16/09 – 19h15 – estádio Bento Freitas, em Pelotas/RS

BRASIL/RS

Eduardo Martini; Weldinho, Cirilo, Leandro Camilo e Marlon; Leandro Leite, Washington (Marcos Paraná), Felipe Garcia, Diogo Oliveira e Ramon (Nathan); Elias (Gustavo Papa). Técnico: Rogério Zimmermann

CRICIÚMA

Luiz; Paulo Cezar Magalhães (Adalgiso Pitbull), Raphael Silva, Diego Giaretta e Niltinho; Barreto, Felipe Guedes, Ricardinho e Caíque Valdívia (Thiago Humberto); Roberto e Jheimy (Bruno Baio). Técnico: Roberto Cavalo

Arbitragem: Marcos Mateus Pereira. Auxiliares: Daiane Caroline Muniz dos Santos e Sérgio Alexandre da Silva. (Trio do MS)

GOLS: Thiago Humberto (38/2T) e Roberto (42/2T) (C); Cirilo (7/2T)

Cartões Amarelos: Paulo Cezar Magalhães e Luiz (C); Diogo Oliveira e Marlon (B)

Cartões Vermelhos: Diogo Oliveira

Renda e Público: Não divulgados

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Tiago Monte

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.