- PUBLICIDADE -

A Criciúma Associação de Voleibol (Cravo) disputará, a partir de amanhã, a 24ª edição do Campeonato Estadual de Volei Master, que será realizado até domingo, em Florianópolis. As partidas acontecerão nos Ginásios do Capoeirão, Municipal e Elase.

As quatro equipes da Cravo/Manerriege estão preparadas para a conquista do hepta campeonato geral consecutivo. O Estadual Master é dividido em quatro categorias: 35, 40, 45 e 50 anos. Na categoria 35 anos, os adversários dos criciumenses serão: Avoc (Chapecó), Amigos do Dema (Lages), Voliões (Concórdia) e Galpão (Itajaí).  Entre os atletas de 40 a 44 anos, a divisão é a seguinte: Chave A: Cravo / Manerriege (Criciúma); Porto Belo e Clube dos 20 (Floripa) e na Chave B = Blu Volei (Blumenau), Apv (Floripa) e Campeã Volei (Joinville).

- PUBLICIDADE -

Na divisão entre a partir de 45 anos, a formação dos grupos ficou da seguinte forma: Chave A – Cravo / Manerriege (Criciúma), Blumaster (Blumenau) e Clube dos 20 (Floripa) e na Chave B: Porto Belo, Voliões (Concordia) e Galpão (itajaí). Na categoria acima de 50 anos disputam as partidas: Cravo / Manerriege (Criciúma), Amigos do Dema (Lages), Galpão (Itajaí), Porto Belo e Costão (Floripa).

A Cravo é a maior vencedora da história do vôlei de masters. “São 16 títulos conquistados ao logo dos 24 anos de disputa”, declarou o atacante Rosalino – que integra a categoria de 35 a 39 anos.

Juninho, jogador da categoria 40 anos, acredita que a conqusta é possível. “Temos totais condições de repetir o sucesso dos anos anteriores, pois estamos preparados para fazer uma grande competição”, destacou. “Aproveitamos para agradecer o apoio da Idata Distribuidora, Rjf Facção, Fundação Municipal de Esportes de Criciúma e Góes Imóveis”, finalizou o jogador.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.