- PUBLICIDADE -

Medellín/Colômbia

O Atletico Nacional, adversário da Chapecoense na final da Copa Sul Americana, encaminhou pedido para que a Confederação Sul Americana de Futebol (Conmebol) declare a Chapecoense campeã do torneio.

A tragédia fez a Conmebol adiar ao máximo todas as decisões sobre o futuro esportivo da competição. A entidade suspendeu a final, que seria disputada entre Chape e o Atlético Nacional, e só volta a tratar do tema no dia 21 de dezembro.
Funcionários da entidade disseram que a prioridade agora é direcionar todos os esforços para vítimas e familiares. A Conmebol quer esperar o Atlético voltar do Mundial de Clubes e aguardar também o futuro da Chapecoense antes de tomar qualquer decisão.
A cúpula da Conmebol se reuniria nesta semana em Montevidéu para tomar decisões como o formato de disputa e o local da decisão da Copa Libertadores. Além disso, haveria um jantar em homenagem aos 100 anos da confederação. Todas essas atividades foram canceladas.
O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, viajaria na manhã desta terça-feira ao Uruguai, mas rumou para Medellín. O presidente da Federação de Futebol da Colômbia, Ramón Jesurún, soube do acidente quando desembarcou em Montevidéu. Imediatamente pegou um voo de volta para a Colômbia.
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.