Horário de Natal: comércio fica aberto à noite a partir desta segunda-feira

Lojistas divergem sobre expectativa de vendas para este ano e consumidor se antecipa para evitar filas

Foto: Bruna Borges/ Arquivo/ DN
- PUBLICIDADE -

Bruna Borges

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O horário estendido no comércio visando as vendas para o Natal começa nesta segunda-feira, 5, com as lojas abertas até às 21h. Para o consumidor, é mais uma oportunidade para comprar. Porém, quem tem a chance de garantir os presentes da família e dos amigos durante o dia já está se antecipando. “Como trabalhei no comércio, sei como é. Não gosto muito de comprar quando tem muita gente nas lojas, então já adquiri alguns presentes e prefiro ir às lojas de manhã cedo, quando estão mais vazias, assim sou melhor atendida. Sempre prefiro comprar antes ou depois do período próximo ao dia do Natal”, aconselha a professora Nadia dos Santos, moradora do bairro Santa Bárbara, em Criciúma.

O uso do 13º salário também deve potencializar as vendas, mas o consumidor ainda está cauteloso devido à situação econômica do País. “Vou usar o 13º, mas moderadamente. Sempre dá para garantir uma lembrancinha para cada um da família”, complementa Nadia.

Consumidor atento

Quem também acha que o consumidor está mais atento à hora de comprar é a vendedora e consultora de moda, Rose Moraes. “As pessoas estão aprendendo a se antecipar, porque estão sem paciência de esperar em filas. Neste ano notamos que já em novembro os clientes apareceram para garantir os presentes de Natal. Tivemos um mês muito bom de vendas”, ressalta Rose, que trabalha num outlet. “Por ser outlet, trabalhamos com promoções o ano todo. Nossos clientes procuram qualidade e preços baixos. Vamos sentir com precisão como serão as vendas para o Natal, na segunda semana de dezembro. Nos anos passados, os dias de maior movimento são os três que antecedem o dia 25. Mas, as pessoas se antecipam para garantir tamanhos e cores”, observa.

Setor calçadista empolgado

Para a gerente de uma sapataria na Praça Nereu Ramos, Paula Machado, a expectativa de vendas para o Natal é de 20% a 30% a mais que no ano passado. “Para este cálculo, nos baseamos nas vendas de novembro deste ano, que foram 40% superiores. A situação econômica tem melhorado. O horário estendido no comércio sempre ajuda também”, comenta Paula, que contratou mais sete vendedores para dar conta da demanda.

A camareira Raline da Silva, moradora do bairro Milanese, acredita que os preços estão melhores. “Já estou comprando os presentes”, ressalta.

Boutiques não tão otimistas

Para as lojas menores, com produtos voltados apenas para um tipo de consumidor, o movimento esperado é pelo menos na mesma proporção que no ano passado. “Temos acompanhado a Economia e para as boutiques as vendas devem ficar como registrado em 2015. O Natal do ano passado foi bom, apesar da crise. Espero vender pelo menos o mesmo. A estratégia são as promoções, porque o povo anda meio sem dinheiro”, acredita a proprietária de uma boutique na rua Coronel Pedro Benedet, Érika de Silvestre Luciano.

Horário estendido no comércio de Criciúma:

De 5 a 9 de dezembro (segunda a sexta): aberto até às 21h

10 de dezembro (sábado): aberto até às 17h

11 de dezembro (domingo): aberto das 16h às 22h

De 12 a 16 de dezembro (segunda a sexta): aberto até às 21h

17 de dezembro (sábado): aberto até às 17h

18 de dezembro (domingo): aberto das 16h às 22h

19 a 23 de dezembro (segunda a sexta): aberto até às 22h

24 de dezembro (sábado): aberto até às 17h

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.