- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Lucas do Rio Verde/MT

- PUBLICIDADE -

Feliz ano novo. Essa é a frase que acompanhará o Criciúma até o final da temporada na Série B. Dentro de campo, a equipe sai perdendo, reage na segunda etapa, tem a chance de virar o jogo, mas acaba levando o segundo gol e perde por 2 a 1, na noite desta terça-feira, fora de casa e praticamente zera as chances de acesso para a Série A. O Criciúma somou apenas um ponto nos últimos 12 disputados.

Luverdense x Criciúma - foto Diogo Carvalho - assessoria FMF (3)

 

O primeiro tempo teve um Tigre pouco inspirado e muito recuado. A última linha da equipe, teoricamente a ofensiva, estava na linha do meio-campo. As jogadas de Roberto e Niltinho pelos lados do campo sempre terminavam com a bola atravessando a área pois nem Clayton ou Juninho conseguiam fechar pelo meio para completar. Assim, o Luverdense foi pra cima e criou as melhores chances de gol. Os goleiros não trabalharam até os 15 minutos. Aos 18 minutos, escanteio para o Luverdense. Sérgio Mota cobrou, Roberto afastou no primeiro poste, mas Jean Patrick pegou a sobra e chutou rasteiro para boa defesa de Luiz, no canto esquerdo do goleiro carvoeiro.

Aos 20 minutos, após cobrança de falta, Luiz fez uma grande defesa em um cabeceio de Sergio Mota novamente na marca do pênalti. Brilhou o capitão tricolor em uma defesa de resposta rápida. Dificuldade da zaga do Criciúma em tirar as bolas aéreas neste momento do jogo.

O Tigre tinha dificuldades em organizar as jogadas de ataque também pela falta de entrosamento de Clayton e Juninho e por estar bastante recuado.

Luverdense x Criciúma - foto Diogo Carvalho - assessoria FMFAos 27 minutos, Roberto arrancou pela direita, tabelou com Juninho e recebeu dentro da área, Diogo Silva saiu bem e impediu a primeira boa chance de gol do Criciúma no jogo.

Aos 37 minutos, Raul Prata, que levou ampla vantagem sobre Marlon, chegou em velocidade na linha de fundo e cruzou, a bola encontrou Jean Patrick sozinho, na segunda trave. Ele chutou de primeira e abriu o marcador. 1 a 0.
“O adversário está trabalhando bem a bola e fazendo tabela e nós não conseguimos acompanhar. O desgaste é grande, mas nós precisamos acompanhar mais. Quem estiver muito cansado tem que sair no intervalo”, disse o goleiro Luiz no final do primeiro tempo.

No primeiro minuto da etapa final, Niltinho cobrou rasteiro, Juninho desviou e o goleiro Diogo Silva espalmou para escanteio por cima do travessão. Chance de perigo para o Tigre – que voltou com uma postura mais ofensiva.

Luverdense x Criciúma - foto Diogo Carvalho - assessoria FMF (2)Aos 6 minutos, Roberto apareceu bem pela direita e cruzou para Bruno Baio, que se antecipou a Gabriel Valongo, na primeira trave, e marcou o gol de empate. 1 a 1.No minuto seguinte, Rafael apareceu pela esquerda e cruzou para Jean Patrick, dentro da grande área, que chutou rasteiro, perto da trave de Luiz.

Aos 8 minutos, Roberto cobrou escanteio, Raphael Silva cabeceou no meio da área e Diogo Silva fez uma grande defesa, evitando o segundo gol do Tigre. Jogo aberto no segundo tempo com o Tigre buscando mais o ataque. Aos 15 minutos, Luiz fez duas grandes defesas: primeiro em cabeceio de Douglas Baggio, na segunda trave, e no rebote no chute forte de Jean Patrick. Brilhou novamente o goleiro do Criciúma.

O Tigre seguia buscando o gol da vitória que deixaria a equipe viva no campeonato. Aos 28 minutos, Roberto cruzou da direita, Bruno Baio cabeceou para o meio e Caíque Valdivia completou, também de cabeça. A bola desviou em Gabriel Valongo, bateu na trave e saiu. Bruno Baio entrou bem, mas as bolas pararam de chegar na área.

Aos 31 minutos, Caíque Valdivia fez uma bela jogada, cortou o zagueiro Gabriel Valongo, na entrada da área e chutou colocado para grande defesa de Diogo Silva.

Luverdense x Criciúma - foto Diogo Carvalho - assessoria FMF (1)

No minuto seguinte, a punição ao Tigre – que se abriu buscando o gol da vitória. Sodré arrancou em contra-ataque veloz, tocou para Macena, na entrada da grande área e ele tocou por cima de Luiz para marcar 2 a 1 para o Luverdense.

Nos últimos 15 minutos, o Tigre seguiu buscando o empate sem sucesso. Agora, serão quatro partidas na Série B para que o técnico Roberto Cavalo e a diretoria avaliem o elenco e planejem a temporada 2017. A equipe está na nona colocação com 47 pontos.

Campeonato Brasileiro – Série B – 34ª Rodada

LUVERDENSE

Diogo Silva; Raul Prata, Gabriel Valongo, Everton e Paulinho; Jean Patrick (Sodré), Ricardo e Sérgio Mota; Douglas Baggio, Alfredo (Tozin) e Rafael (Macena). Técnico: Junior Rocha

CRICIÚMA

Luiz; Paulo Cézar Magalhães, Raphael Silva, Ianson e Marlon (Bruno Baio); Ruan, Douglas Dodi, Clayton (Caíque Valdívia) e Juninho (Alex Maranhão); Roberto e Niltinho. Técnico: Roberto Cavalo

Arbitragem: Leonardo Garcia Cavaleiro. Auxiliares: Silbert Faria Sesquim e Diogo Carvalho Silva (trio do RJ)

GOLS: Raul Prata (37/1T) e Macena (32/2T) (L) e Bruno Baio (6/2T) (C)

Cartões  Amarelos: Marlon, Paulo Cézar Magalhães, Niltinho e Ruan (C); Jean Patrick, Sérgio Mota e Douglas Baggio (L)

Cartões Vermelhos: Não Houve

Público: 1.192

Renda: R$ 8.640,00

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.