Di Piero ganha loja em Criciúma

- PUBLICIDADE -

Marciano Bortolin

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Há seis anos, o empresário Fábio Hobold Spilleri decidiu investir em uma marca própria de roupas, criando assim a Di Piero.

Voltada ao sexo masculino, ele investe em camisas sociais, pólos, camisetas, calças jeans e cintos, a marca ganha uma nova loja na quinta-feira, 3. O novo estabelecimento da marca ficará localizado na Rua Araranguá, no Centro de Criciúma e abre as portas a partir das 17h. “Percebi que 40% das vendas registradas na loja do Distrito do Caravaggio eram para criciumenses, por isso decidi investir aqui”, comenta Spilleri.

Além dos clientes que vão até o estabelecimento, as peças também são comercializadas para lojas multimarcas. O empresário relata que o público masculino é chamado slow fashion, diferente das mulheres que são adeptas do hard fashion. “Os homens não têm muito apego a peças, ou seja não têm necessidade de comprar com frequência. É nisso que nós focamos”, fala.

Segundo o empresário, 90% das peças são com materiais nacionais. Já a fábrica fica localizada em Caravaggio, em Nova Veneza. “Em julho também lançamos o nosso E commerce (vendas pela internet) que já registra grande procura”, diz.

Para caracterizar a terra onde nasceu, a Di Piero tem como logomarca uma Gôndola, um dos maiores símbolos de Nova Veneza. “Pedi para uma agência criar, mas ao passear pela praça da cidade me deparei com a Gôndola. Logo imaginei que não haveria símbolo mais adequado”, salienta.

O início

 Spilleri foi professor por 15 anos e foi nesta época que surgiu a oportunidade de investir no ramo têxtil. “Minha mãe possui uma fábrica e na escola que eu lecionava me pediram para fazer algumas camisas gola pólo”, conta.

A empresa da mãe do empresários está há cerca de 30 anos em atividade produzindo roupas de grandes marcas do Brasil.

Esta primeira remessa foi de 150 unidades, de lá para cá o negócio só cresceu. “Depois eu vendia no porta malas do carro e fui ampliando o leque de produtos”, finaliza.

 

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.